Instituição


A Escola Técnica Estadual "Paulo Guerreiro Franco" inicialmente desenvolveu suas atividades como Escola de Iniciação Agrícola pela Lei Estadual 7887 de 26 de Abril de 1963, oferecendo os cursos de monitor agrícola e vocacional agrícola, que eram cursados após a conclusão do curso primário. Mais tarde, foi transformada em Colégio Técnico Agrícola Estadual pelo Decreto Estadual nº. 51094 de 16 de Dezembro de 1968, passando a ministrar o curso de Técnico em Agropecuária, a nível de Habilitação de 2º grau.

A partir da década de 70, as Escolas Técnicas Agrícolas Estaduais, foram transferidas para diferentes órgãos diretores.

O decreto nº. 23544/85 cria a divisão de Supervisão de Apoio as Escolas Técnicas Estaduais – DISAETE, vinculada a Secretaria Estadual de Educação, com finalidade de promover a reorganização do ensino técnico a partir da discussão dos seus objetivos e das diretrizes gerais estabelecidas para o 2º grau e prestar apoio técnico e administrativo às escolas técnicas estaduais. Em 1991 o Decreto nº. 34.032/9, transfere a rede de escolas técnicas estaduais incluindo as agrícolas, para a Secretaria da Ciência e Tecnologia e Desenvolvimento Econômico, criando a Divisão Estadual de Ensino Tecnológico – DEET. Finalmente, o Decreto nº. 37735/93 transfere as Escolas Técnicas para o Centro Estadual de Educação Tecnológica "Paula Souza" – CEETEPS, autarquia estadual a qual a escola está vinculada até o presente momento.

A unidade escolar está localizada no município de Vera Cruz, região de Marília, situada no Centro Oeste Paulista, a 450 km da Capital do Estado, contando aproximadamente com 12.000 habitantes sendo que 30% residem na zona rural.

A base da Economia do município é a Agropecuária sendo que as principais atividades são as culturas do café, milho, feijão, citrus, amendoim, melancia, mandioca, maracujá e olerícolas. As pecuárias existentes são as criações de gado ,bovino de corte, leite, ovinos e aves de postura.

A fazenda escola é composta de uma área de 84,9 hectares sendo assim distribuídos: 18 hectares com a plantação de culturas, 49,02 hectares com pastagem, 12,9 hectares com matas nativas e várzeas e 5 hectares com construções .

São desenvolvidos vários projetos agrícolas, pecuários e agroindustriais onde destacamos as culturas de café, olerícolas e milho e as criações de suínos, aves de corte, postura e bovinos com predominância para a produção de leite.

Atualmente a Etec oferece os Cursos Técnicos de Nível Médio em Agropecuária, Agroindústria, Administração ,Ensino Técnico em Agropecuária Integrado ao Ensino Médio e Ensino Médio .

Atende alunos de diversas cidades tais como: Marília-SP, Vera Cruz-SP, Oriente-SP, Rosália-SP, Tupã-SP, Pirajuí-SP, Campos Novos Paulista-SP, Oscar Bressane-SP, Avanhadava-SP, Lins-SP, Pompéia-SP, Santa Adélia –SP, Guaimbê-SP, Avencas-SP, Botucatu-SP, São José do Rio Preto-SP, Nova Granda-SP, Paraíso-MS, Chapadão do Sul- MS, Jangada -MT, Pérola-PR, o que demonstra a excelente qualidade de ensino oferecida por esta instituição, sempre preocupada em atender as exigências do mercado de trabalho.

 

Missão da Escola


Propiciar a formação integral do aluno para atuar no mercado de trabalho competitivo de forma crítica, com espírito empreendedor, através da construção de competências, valorizando a ética profissional com responsabilidade e respeito à sociedade e meio ambiente.

 

 

 

 

 

Visão da Escola


Consolidar-se como centro de excelência em educação profissional com o devido preparo dos jovens e adultos para o mercado de trabalho.

 

 

 

 

 

 

 

Valores e Princípios Pedagógicos


Com o mundo em desenfreado processo de transformação, evidenciado pelas mudanças no processo produtivo, oriundas do avanço científico e tecnológico; pela desordenada e crescente urbanização; pelo desenvolvimento e ampliação dos sistemas de comunicação; pela expansão do mercado internacional, e pelo acentuado processo de desemprego e exclusão, é que a escola deve lidar.

Diante disso, a Etec "Paulo Guerreiro Franco" objetiva o ensino pautado no desenvolvimento de competências, garantindo a construção da cidadania e a inserção dos indivíduos na sociedade, como ser produtivo, ético e político.

Desta forma os valores que norteiam o projeto político pedagógico da nossa escola são: Inovação, Solidariedade, Formação Integral, Comprometimento, Humanização, Competência, Igualdade e Responsabilidade...


Considerando o contexto no qual a escola está inserida, os princípios pedagógicos que serão trabalhados pela comunidade escolar são:

  • Ensino-aprendizagem com foco no desenvolvimento de competências;
  • Leitura crítica da realidade e inclusão construtiva na sociedade da informação e do conhecimento;
  • A aprendizagem como processo de construção coletiva em situações e ambientes cooperativos;
  • Compartilhamento da responsabilidade do ensino-aprendizagem por professores e alunos;
  • Respeito à diversidade, valorização da subjetividade e promoção da inclusão;
  • Ética de identidade, estética da sensibilidade e política da igualdade;
  • Autonomia, protagonismo e aprender a aprender;
  • Contextualização do ensino-aprendizagem;
  • Interdisciplinaridade, transdisciplinaridade e formação de profissionais polivalentes;
  • Problematização do conhecimento;
  • Trabalho por projeto no desenvolvimento e na avaliação do ensino-aprendizagem.

Sustentados nestes princípios, pretendemos que nosso aluno seja capaz de:

  • Ser cooperativo, responsável, solidário e ético, convivendo de forma democrática e não discriminatória com as diferenças sociais, religiosas, sexuais, raciais, culturais, etc., com o propósito de um mundo mais justo e habitável;
  • Compreender e apreciar o valor da diversidade, tomando decisões baseadas nos valores: respeito, tolerância, solidariedade e responsabilidade;
  • Demonstrar estar se desenvolvendo globalmente, não só no âmbito cognitivo, mas também incluindo as capacidades de equilíbrio pessoal, de inserção social e de relação interpessoal;
  • Apropriar-se de conhecimentos científicos, tecnológicos, humanísticos e estéticos, de forma contínua e atualizada, a fim de inserir-se como pessoa produtiva no mundo do trabalho. Além disso, comprometer-se com o seu auto-conhecimento e com o desenvolvimento das suas potencialidades, expressando naturalmente idéias e sentimentos;
  • Utilizar os conhecimentos construídos, de forma criativa, crítica e autônoma, de maneira a aplicá-los para a melhoria da realidade em que vive;
  • Demonstrar ter iniciativa, persistência, confiança e segurança para poder interagir satisfatoriamente em sociedade e em seu projeto pessoal;
  • Construir um vínculo forte com o conhecimento, com o desejo de aprender, investido de sentido o trabalho escolar e desenvolver a capacidade de autoria e auto-avaliação;
  • Utilizar as novas tecnologias para interagir com o mundo, selecionando-as e adequando-as às novas situações;
  • Trabalhar em equipe, cooperando e auxiliando o crescimento do grupo;
  • Enfrentar desafios, administrar crises e conflitos, procurando novos meios de solução, de forma criativa, prática e eficiente.
 

Instituições Auxiliares


COOPERATIVA-ESCOLA

A Etec "Paulo Guerreiro Franco" conta com um ambiente adequado para desenvolvimento das atividades pertinente a Cooperativa, com espaço físico para poder realizar a comercialização dos produtos oriundos dos projetos produtivos e pedagógicos, manter o setor de alojamento e ainda ser utilizada como ferramenta pedagógica. A Cooperativa-Escola, é um espaço destinado às duas funções inerentes à Cooperativa: função social, visando o desenvolvimento de ações para o bem estar dos cooperados, a educação cooperativista e projetos sociais, e a função econômica, visando a gestão da empresa cooperativa através das ações de planejamento, execução, controle e avaliação dos projetos técnico-produtivos. Proporciona um adequado e eficiente fluxo de comunicações entre setores organizacionais/produtivos, sendo um ambiente favorável à permanência dos cooperados observando as normas estabelecidas de segurança e higiene do trabalho e do trabalhador.

Portanto, o Projeto Cooperativa Escola é um elemento estratégico dentro do sistema educativo moderno, uma vez que sua atividade é dinâmica onde todos da comunidade escolar tem a consciência da importância de um trabalho articulado, com clareza da situação da escola, dos seus problemas, das causas e do contexto no qual se manifestam.

O projeto propicia embasamento teórico-prático para o aluno no que diz respeito a gestão de uma propriedade rural, pois o mesmo exercita a prática de tomada de decisões, planejamento, a elaboração de projetos, sua execução, o controle e a avaliação e, principalmente o trabalho em grupo no sistema cooperativista, sempre em situações reais.

Outro fator relevante é a importância do Projeto na relação comunidade-escola, proporcionando o desenvolvimento de parceiros que auxiliam a geração de recursos financeiros para a escola, viabiliza o encaminhamento de alunos para estágios, além da divulgação da u.e como conseqüência dessas relações.

APM-ASSOCIAÇÃO DE PAIS E MESTRES

  1. Presidente:
    • Nato: José Fernando Pelozo.
  2. Professores:
    • Marcelo de Lellis Tozoni;
    • Helena Maria Pereira Macedo;
    • Ivan Guerreiro;
    • Leila Maria Nicolino.
  3. Pais de Alunos:
    • João Cardoso;
    • Marcilio Candido.
  4. Dois Alunos:
    • Juliano Oliveira dos Santos;
    • Robson Marques de Azevedo.
  1. DIRETORIA EXECUTIVA:
    • Diretor Executivo: Terezinha Xavier de Mendonça Marini;
    • Vice-Diretor Executivo: Nilson Pelozo;
    • Secretaria: Renata Pinheiro;
    • Diretor Financeiro: Cleucia Cristina Fagundes;
    • Vice-Diretor Financeiro: Amilton Aparecido Campos;
    • Diretor Cultural e Esportivo: Mariza Tânia Fransoia Bonzanini;
    • Diretor de Patrimônio: Sergio Peloso Junior.
  2. CONSELHO FISCAL:
    1. Dois pais de Alunos:
      • Vanda de Abreu Zompero;
      • Ozana Maria da Silva.
    2. Representantes do Quadro administrativo:
      • Marlene C. Tabett;
      • Sônia Maria Valsecchi Ribeiro de Sousa.

  3. ATRIBUIÇÕES/ATIVIDADES DESENVOLVIDAS
  4. A A.PM tem sido responsável em e promover a leitoa no tacho, com o objetivo de levantar recursos financeiros , favorecendo a integração da escola com a comunidade e divulgação da Etec perante município.

GRÊMIO ESTUDANTIL

  1. CONSTITUIÇÃO DO GRÊMIO ESTUDANTIL
    • Coordenador Geral: Diego Henrique Scalco Favero
    • Suplente:- Rosane Carmo Monteiro
    • Coordenador Financeiro:- Jussara Caroline Crispim
    • Suplente:- Nathaly Susan Mesquita Carvalho
    • Coordenador Social:- Flavia Caroline De Carvalho
    • Suplente:- Monique Naiane De Souza Cora
    • Coordenador de Comunicação:- Maitana Aparecida Dominici
    • Suplente:- Fabiana Silva Dias
    • Coordenador de Esportes:- Clayton Borba De Jesus
    • Suplente:- Tiago Medeiros Fernandes
    • Coordenador de Cultura:- Leandro Dos Santos Laurindo
    • Suplente:- Jackson Aguiar Borba
    • Coordenador de Relações Acadêmicas:- :-Andre Ribeiro Fabio
    • Suplente:- Mayara de Jesus Santos
    • Conselho Fiscal: Thiago Xavier Bonfim
    • Suplente:- Tiago Rodrigues Malacarne
No decorrer do ano de 2009, o Grêmio Estudantil da Etec "Paulo Guerreiro Franco" tem promovido de forma satisfatória os seguintes eventos:
  • Festa Junina Semana do Técnico com atividades esportivas, gincanas, palestras e alimentação diferenciada.
No decorrer do ano tem organizado campeonatos de futebol, uma vez por bimestre para todos os alunos da Etec.

CONSELHO DE ESCOLA

Segundo o Regimento Comum das Etecs o Conselho de Escola terão as seguintes atribuições:

  1. deliberar sobre:
    1. a proposta pedagógica da escola;
    2. as alternativas de soluções para os problemas administrativos e pedagógicos;
    3. as prioridades para aplicação de recursos gerados pela escola e instituições auxiliares;
  2. propor ao CEETEPS a extinção ou a criação de cursos;
  3. aprovar o Plano Plurianual de Gestão e o Plano Escolar;
  4. apreciar os relatórios anuais da escola, analisando seu desempenho diante das diretrizes e metas estabelecidas.

Composição do Conselho de Escola da Etec "Paulo Guerreiro Franco":
  1. Representantes da Comunidade Escolar:
    1. Diretor : José Fernando Pelozo-Presidente Nato;
    2. Coordenador de rea:. Mariza Tânia Fransoia Bonzanini;
    3. Professor: Nilson Pelozo;
    4. Servidor Técnico Administrativo: Sônia M. V. Ribeiro de Sousa;
    5. Mãe de Aluno: Vanda de Abreu Zampero;
    6. Aluno: Robson Aguiar.

  2. Representantes da Comunidade Extra Escolar:
    1. Sindicato Rural de Vera Cruz: Benedito Geraldo Barcellos;
    2. Empresário : Paulo Sérgio Barbosa;
    3. Poder Público Municipal- Evandro Nereu Gimenez;
    4. Organização Não Governamental: Fernando Garcia Simon;
    5. Entidade Assistencial: Vicente de Paula Oliveira;
    6. Comércio Local: Carlos José Alves de Souza.

 
Escola Técnica "Paulo Guerreiro Franco" - Etec Vera Cruz
Estrada Ribeirão das Garças, km 03 | CEP: 17560-970 | Vera Cruz - SP | (14) 3492.1373 |